Uma vida com propósitos

Deus tem propósitos bem definidos para a nossa peregrinação terrena. Precisamos observá-las:

1° PLANEJADOS PARA AGRADAR A DEUS

Porque o Senhor vai plantar este povo; eles serão fortes e belos como carvalhos, e darão glórias a Ele. Isaías 61.3b

Você foi planejado para agradar a Deus. No instante em que você nasceu neste mundo Deus estava lá proporcionando mais um milagre que é o dom da vida. Ele estava presente formando você e cuidando para que tudo saísse bem no seu nascimento. Seu nascimento causou um sorriso no coração de Deus, creia nisso. Deus ama as crianças bem como toda a Sua criação.

Deus não precisava criar a nós, mas escolheu fazê-lo para satisfação dele. Nós existimos para benefício e glória do Deus eterno.

Viver para a satisfação do Eterno, portanto, deve ser o primeiro propósito de nossa vida. Quando um ser humano descobre essa verdade jamais volta a se sentir insignificante, pois isso prova o valor que tem.

A Bíblia diz: Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade. Efésios 1:5

Agradamos a Deus quando o adoramos – Qualquer atitude nossa que venha a agradar a Deus é um ato de adoração. Como o diamante a adoração apresenta várias facetas. Os antropólogos chegaram a conclusão de que a adoração a Deus é um impulso universal, posto por Deus na estrutura do nosso ser, uma necessidade intrínseca de nos ligarmos a Deus. Adorar é tão natural como comer ou respirar.

Adorar é responder a expectativa de Deus ao nos criar, pois foi com este fim que ele nos projetou. Ele anseia que seus filhos o adorem, porque assim terá livre exercício na vida deles, levando-os a caminhos de paz e muita satisfação.

A Bíblia diz: No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura. João 4:23

Algumas pessoas acham que adoração se limita a cantar músicas, orações, ouvir um palavra ou frequentar um pequeno grupo. Outros imaginam que adoração tem a ver com um cerimonial, velas, ceias, curas, milagres ou experiências arrebatadoras. A adoração até pode incluir estes elementos, mas é mais profundo. A adoração é um estilo de vida. Já ouvi a seguinte frase em algumas igrejas: “em nossa igreja temos primeiro a adoração, depois a parte do ensino”. Esse é um erro grosseiro! A Adoração não se resume ao período do templo, mas em um coração satisfeito em Deus anelante por novas e mais profundas experiências.

2° FORMADOS PARA FAZER PARTE DA FAMÍLIA DE DEUS

Ao levar muitos filhos à glória, convinha que Deus, por causa de quem e por meio de quem tudo existe, tornasse perfeito, mediante o sofrimento, o autor da salvação deles. Hebreus 2:10

Você foi formado para ser parte da família de Deus.

Deus tem uma família, e criou você para ser parte dela. Esse é o segundo propósito de Deus para as nossas vidas. Toda a Bíblia é a história de Deus formando uma família que irá amá-lo, honrá-lo e reinar com ele para sempre.

Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! 1 João 3:1

Deus é amor, por isso dá um imenso valor aos relacionamentos. Sua própria natureza é definida em relação aos relacionamentos. Ele identifica a si mesmo em termos familiares: Pai, Filho e Espírito Santo. A Trindade é um relacionamento de Deus consigo mesmo. É o padrão perfeito para uma relação harmoniosa e devemos estudar seu significado.

Quando colocamos nossa fé em Cristo Deus se torna o nosso Pai, nos tornamos seus filhos e outros irmãos que buscam o perdão de seus pecados única e exclusivamente em Cristo se tornam nossos irmãos e irmãs. A igreja se torna a nossa família espiritual.

Cada ser humano foi criado por Deus, mas nem todos são filhos de Deus. A única forma de pertencer à família de Deus é nascendo novamente dentro dela. Você se torna membro da família humana através de seu primeiro nascimento, mas se torna membro da família de Deus através do segundo nascimento.

Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temer, mas receberam o Espírito que os adota como filhos, por meio do qual clamamos: “Aba, Pai”. O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus. Romanos 8:15-16

Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus. Gálatas 3:26

Se nossa família terrena tem fim, nossa família espiritual é eterna. Nossas famílias terrenas são verdadeiras dádivas de Deus, mas são temporárias e frágeis. Frequentemente rompidas pelo divórcio, a distância, a velhice e inevitavelmente a morte.

Por essa razão, ajoelho-me diante do Pai, do qual recebe o nome toda a família nos céus e na terra.

Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito, para que Cristo habite em seus corações mediante a fé; e oro para que vocês, arraigados e alicerçados em amor, possam, juntamente com todos os santos, compreender a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que vocês sejam cheios de toda a plenitude de Deus. Efésios 3:14-19

Benefícios de fazer parte da família de Deus:

Oro também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos. Efésios 1:18

Primeiro – seremos levados para estar diante do trono de Deus para sempre. Segundo: seremos completamente transformados para sermos como Jesus Cristo (perfeitos). Terceiro: seremos livres de toda a dor, sofrimento e morte. Quarto: seremos recompensados e reassumiremos posições de trabalho. Quinto: seremos levados para participar da glória de Cristo. Que herança! Você é mais rico do que pensa!

Batismo: a identificação com a família de Deus

Famílias saudáveis tem orgulho de si mesmas. Seus membros não se envergonham de serem reconhecidos como parte da família. O batismo não é um evento opcional, a ser atrasado ou postergado para quem já crê que Cristo é o Salvador. Ele simboliza diante da sociedade e da família de Deus: “Eu sou da família do Deus eterno. Jesus Cristo habita em mim!” Você já foi batizado? Jesus Cristo ordenou que este ato público fosse feito por todos os membros da família. O batismo é carregado de significado. Ele declara a sua fé, comunica a morte e ressurreição de Cristo, simboliza a morte para a antiga vida e anuncia sua nova vida em Cristo, além de ser motivo de festa na Família de Deus, por mais um membro incluso.

O batismo não te torna membro da família de Deus. Somente a fé em Cristo faz isso. O batismo demonstra que você já é membro da família de Deus, como uma aliança de casamento, é um lembrete visível de um compromisso íntimo feito no coração. Se você crê em Cristo, desça as águas do batismo. Celebre com a família!

E, estendendo a mão para os discípulos, disse: “Aqui estão minha mãe e meus irmãos! Pois quem faz a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe”. Mateus 12:49-50

3° CRIADOS PARA NOS TORNAR SEMELHANTES A CRISTO

Fomos criados para nos tornar semelhantes a Cristo. Desde o princípio, o plano de Deus tem sido fazê-lo à semelhança de seu Filho, Jesus. Esse é o nosso destino e o terceiro propósito para as nossas vidas. Deus anunciou essa intenção ainda na criação:

Então disse Deus: Façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Gênesis 1.26

A Bíblia diz que todas as pessoas, e não apenas os crentes, detêm parte da imagem de Deus. Esse é o motivo pelo qual o assassinato e aborto são errados. Mas a imagem ficou incompleta, distorcida pelo pecado. Então Deus enviou Jesus para restaurar a imagem que havíamos perdido. Com o que se parece a “imagem e semelhança” de Deus? Ela se parece com Jesus Cristo. Ele é essa exata expressão e por isso deve ser o autor e consumador da nossa fé!

Portanto, assim como vocês receberam a Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram ensinados, transbordando de gratidão. Colossenses 2:6-7

As pessoas usam frequentemente a expressão “tal pai, tal filho” para se referir a semelhança familiar. Os pais ficam orgulhosos quando se diz que o filho é parecido com ele! Isso também ocorre no coração de Deus. Ele quer que tenhamos sua imagem e semelhança.

Tornar-se semelhante a Cristo não significa que você abrirá mão da sua personalidade ou se tornar um clone autômato. O cristianismo trata da transformação do caráter e não da personalidade, apesar dela também sofrer alterações.

A Obra do Espírito Santo

É obra do Espírito Santo produzir um caráter semelhante ao de Cristo em nós. A Bíblia diz: E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito. 2 Coríntios 3:18

O processo de transformação pelo qual nos tornamos mais semelhantes a Cristo é chamado santificação. Você sozinho não pode produzir o caráter de Cristo. Decisões de ano novo, força de vontade e as melhores intenções não são suficientes. Somente o Espírito Santo tem o poder de realizar as transformações que Deus deseja para nossa vida. A Bíblia diz: …”pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele”. Filipenses 2:13

Paulo diz que o Espírito transforma a nossa forma de pensar e essa palavra grega para transformado é “metamorphosis” é usada atualmente para descrever a fantástica transformação sofrida pela lagarta ao se tornar borboleta. É uma bela descrição do que acontece espiritualmente conosco quando permitimos que Deus dirija nossos pensamentos: somos transformados de dentro para fora, tornando-nos mais belos e sendo liberados para voos mais altos.

Deus usa sua Palavra, as pessoas e as circunstâncias para moldar você. Os três fatores são indispensáveis para o desenvolvimento do caráter. A Palavra de Deus supre a verdade, que precisamos para crescer. Os filhos de Deus suprem o apoio que precisamos para crescer e as circunstâncias suprem o ambiente que precisamos para pôr em prática as características de Cristo. Se você estudar e aplicar a Palavra de Deus, se reunir regularmente com outros irmãos na fé e aprender a confiar em Deus nos momentos difíceis certamente se tornará mais parecido com Jesus Cristo. Algumas religiões pregam que para atingir a maturidade espiritual deve-se ir para monastérios, para o topo das montanhas, afastadas do contato com as pessoas. Esse é um mal entendido! Deus geralmente usa pessoas para nos formar, ajudar e ter comunhão conosco. Nem Jesus Cristo andou sozinho sobre a terra. Para atingir o nível de Cristo você precisa ter bons relacionamentos com a igreja em uma comunidade. A verdadeira maturidade espiritual diz respeito a amar como Jesus amou, e você não pode ser semelhante a Jesus na prática sem que haja relacionamento com outras pessoas. É preciso amar a Deus e os outros.

4° VOCÊ FOI MOLDADO PARA SERVIR A DEUS

Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas. Efésios 2:10

Nós fomos postos na terra para fazer uma contribuição. Você não foi criado apenas para consumir recursos: natureza, saúde e prazeres. Deus nos projetou para que nossa vida faça diferença. Apesar de muitos livros de sucesso informarem como tirar o máximo da vida, não foi para isso que Deus o criou. Fomos criados para acrescentar à vida da terra. Isso se chama ministério ou serviço. A Bíblia nos fornece detalhes. Você foi criado para servir a Deus.

Eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer. João 17:4

Boas obras são o que Deus espera que façamos. Obras que possam demonstrar ao mundo o quanto ele é grandioso e amoroso. Sempre que você serve as pessoas ajudando-as em seus diferentes dramas, você está servindo a Deus também. Você foi salvo para servir a Deus.

Não fomos salvos pelo serviço, mas fomos salvos para o serviço. No Reino de Deus temos um lugar, um propósito, um papel a cumprir. Isso dá a sua vida enorme importância.

O preço que Jesus Cristo pagou pela nossa salvação foi imenso. Custou sua própria vida. A Bíblia nos recorda: Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês. 1 Coríntios 6:20

Isso, claro não nos faz servi-lo por culpa, medo ou mesmo obrigação, mas pela alegria e profunda gratidão pelo que ele fez por nós. Devemos-lhe a vida. Pela salvação nosso passado foi perdoado, nosso presente faz sentido e nosso futuro é seguro. À luz deste grande amor Paulo concluiu: Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Romanos 12:1

Deus quer usar sua vida para manifestar amor ao mundo. O corpo de Cristo precisa ser ativo sobre a terra. Se empenhe em fazer bem feito o trabalho que a igreja tem desempenhado neste bairro, nesta cidade, para que saibam que Deus os ama e quer salvá-los.

Abraão era velho, Jacó era inseguro, José foi maltratado, Moisés gaguejava, Jeremias era depressivo, Jonas relutante, Pedro era impulsivo, a mulher samaritana teve muitos casamentos fracassados, Tomé tinha dúvidas mas Deus usou cada um deles a seu serviço.

5° FEITOS PARA UM MISSÃO

O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio. Provérbios 11:30

Fomos feitos para um missão. Deus é plenamente atuante no mundo e quer que você se junte a ele. Isso é o que a igreja chama de missão. Nosso ministério no corpo de Cristo vai nos equipar para cumprir a missão redentora de Deus para o mundo.

Nosso ministério é uma missão para os que crêem. Nossa missão é prestar um serviço aos que não crêem.

Cumprir sua missão no mundo é mais um dos propósitos de Deus. A palavra missão tem sua raiz na palavra latina “remeter” ou “enviar”. Ser cristão significa ser enviado ao mundo como representante de Jesus Cristo.

Jesus disse: Assim como me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo. João 17:18

Deus quer reconciliar consigo os seres humanos que estão oprimidos por Satanás. Uma vez que pertencemos ao povo santo do Senhor, ele nos capacita e nos envia. Nós temos uma mensagem de boas novas ao mundo. Jesus Cristo não ficou na cruz do calvário, mas ressuscitou.

A IMPORTÂNCIA DA NOSSA MISSÃO

Nossa missão trás significado à nossa vida. Vivendo pelos propósitos eternos de Deus você nunca se sentirá obsoleto nem mesmo insignificante, pois sempre haverá um pequeno grupo a abrir, um colega a evangelizar, um ministério da igreja que precisa de você e a expectativa do Senhor sobre a sua adoração.

“O melhor uso que se pode dar à vida é emprega-la em algo que sobreviva a ela”. Wiliam James.

Vidas empenhadas na adoração, na comunhão, no crescimento espiritual através do discipulado, no ministério e no cumprimento de nossa missão na terra terão resultados eternos.

Deus conta com o sucesso da missão para finalizar a história da terra. Sempre houve um interesse grande sobre a segunda vinda de Cristo e fim do mundo. Quando isso ocorrerá? Logo antes de Jesus ter subido aos céus, os discípulos lhe fizeram a mesma pergunta, e a resposta foi bastante reveladora:

Ele lhes respondeu: “Não lhes compete saber os tempos ou as datas que o Pai estabeleceu pela sua própria autoridade. Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra”. Atos 1:7-8

Quando os discípulos quiseram conversar sobre profecias, Jesus rapidamente mudou a conversa para o evangelismo. Ele quer que seus discípulos se concentrem em sua missão. Especular sobre a hora da volta de Cristo é inútil, muitas pessoas ao longo da história se deram mal em prever.

A Bíblia diz: E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mateus 24:14

Devemos nos concentrar em cumprir nossa missão, pois o Pai sabe a hora em que Jesus virá em toda a sua Glória.

Pare de orar: “Deus abençoe o que eu quero fazer”. Passe a orar: “Deus, ajude-me a fazer o que estás abençoando”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *