JESUS NOME MAGNÍFICO

Ó Senhor, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome! Pois expuseste nos céus a tua majestade.

Da boca de pequeninos e crianças de peito suscitaste força, por causa dos teus adversários, para fazeres emudecer o inimigo e o vingador.

Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, e a lua e as estrelas que estabeleceste, que é o homem, que dele te lembres? E o filho do homem, que o visites?

Fizeste-o, no entanto, por um pouco, menor do que Deus e de glória e de honra o coroaste.

Deste-lhe domínio sobre as obras da tua mão e sob seus pés tudo lhe puseste: ovelhas e bois, todos, e também os animais do campo; as aves do céu, e os peixes do mar, e tudo o que percorre as sendas dos mares. Ó Senhor, Senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome! Salmos 8

JESUS UM NOME MAGNÍFICO – Nome no pensamento judaico relega à caráter. O caráter de Jesus é magnífico. O peso de glória do nome e do seu viver é algo a ser venerado e adorado.

Essa é a relação do adorador com Deus: uma relação de assombrosa admiração, tendo como padrão de tudo o que é belo e deslumbrante.

Vemos com alegria e vira notícia quando alguém se submete a um subordinado demonstrando despojamento. Assistimos a um jovem recentemente, que ao ter o carro estragado caminhou 22km durante toda a noite para não perder o primeiro dia de trabalho. Quando o chefe soube disso deu-lhe de presente o seu carro. Achamos isso lindo porque nos identifica como humanos. Na questão biológica e existencial somos iguais, ainda que uns morem em palácios e outros em palafitas somos iguais. Então sempre que essa identificação acontece, diminuindo as coisas do mundo que poderiam nos separar, nossa alma é recarregada de esperança. O bem de fato sempre triunfará sobre o mal.

“Agora, porém, ainda não vemos todas as coisas a ele sujeitas; vemos, todavia, aquele que, por um pouco, tendo sido feito menor que os anjos, Jesus, por causa do sofrimento da morte, foi coroado de glória e de honra, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todo homem” (Hebreus 2:8-9)

Assim agiu Jesus. Visto que ama a humanidade deixou nos céus toda a glória que lhe é outorgada pela eternidade para ser servo e lavar os pés dos discípulos. No Reino de Deus beleza e estética tem à ver com capacidade de servir e de sacrificar-se em favor dos que nos rodeiam, especialmente se são irmãos na fé. Davi nesse cântico de louvor a Deus fala sobre isso: “teu nome é magnífico”. Deus colocou seu nome em algo sujo e imerecido, nossas vidas, isso é o que trás honra e eleva nosso viver à um patamar de glória sublime. Para ver Deus há que se manter um coração puro e despido da soberba do mundo.

Após a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, as crianças gritaram Hosana! Os adultos não viram a Deus:
Mas quando os chefes dos sacerdotes e os mestres da lei viram as coisas maravilhosas que Jesus fazia e as crianças gritando no templo: “Hosana ao Filho de Davi”, ficaram indignados, e lhe perguntaram: “Não estás ouvindo o que estas crianças estão dizendo? “Respondeu Jesus: “Sim, vocês nunca leram: ‘dos lábios das crianças e dos recém-nascidos suscitaste louvor’? ” Mateus 21:15,16

JESUS NOME QUE ENVOLVE – Muitos estão totalmente envolvidos pelo pragmatismo do século 21, onde só me junto à determinado movimento se me trouxer benefício. Vivemos a lei da barganha. A crise que nosso país vive é porque as pessoas estão votando pensando: o que vou ganhar se esse candidato vencer? Quando deveriam pensar: o que o país ganhará se esse vencer?

John Kennedy – Não pergunte o que seu país pode fazer por vocêPergunte o que você pode fazer por seu país.

Mas até nisso a completude de bênçãos que envolvem a presença de Jesus em nossas vidas têm a nos falar. O Senhor Jesus sustenta o universo e, se isso não importa, não poderemos saber o que importa mais.

Ultimamente nos falou por seu Filho, que constituiu herdeiro universal, pelo qual criou todas as coisas.

Esplendor da glória de Deus e imagem do seu ser, sustenta o universo com o poder da sua palavra. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, está sentado à direita da Majestade no mais alto dos céus.

Hebreus 1:2,3

Al-Gazali, filósofo do século XI – “Todo ser que começa tem uma causa para seu começo; ora, o mundo é um ser que começa; logo, ele possui uma causa para seu começo”.

Júpiter tem um imenso campo gravitacional que atrai para ele asteroides e cometas que poderiam vir à terra. É consenso de que se júpiter não estivesse onde está, não haveria vida na terra. Se a crosta terrestre fosse mais fina do que 5 a 70km de profundidade o campo magnético da terra seria menor e os ventos solares derreteriam tudo o que há! Nosso campo magnético desvia esses ventos solares e as imensas radiações que dele são liberados!

Se a lua não regesse os 23º de inclinação terrestre não haveria vida na terra, pois as marés invadiriam a terra. A água é vital para nossa existência e 97% dela está nos oceanos, é salgada. A cada litro de água do mar tem 35g de sal. Mas ao evaporar gerando precipitações apenas o líquido é evaporado, por isso a água da chuva é “doce”. Se o eletromagnetismo da terra fosse menor em qualquer sentido ela pararia de girar e não haveria vida na terra, pois seria muito quente de um lado e muito frio de outro, impossibilitando a vida. Nós estamos rotacionando à 1675km por hora agora ou 465m por segundo! Deveríamos estar tontos e com cinto de segurança. Mas o Senhor provê nossa atmosfera e a gravidade nos faz ficar em segurança onde estamos.

Assim são 122 constantes finamente ajustadas às quais se fossem movidas para mais ou para menos, não estaríamos vivos. Isso demonstra como o Senhor sustenta o universo. Jamais podemos dizer que ele não cuida de nós!

Em todo o tempo ele está cuidando, simplesmente para que vivamos. Este vídeo fala sobre isso:

Poderá alguém esconder-se sem que eu o veja? “, pergunta o Senhor. “Não sou eu aquele que enche os céus e a terra? “, pergunta o Senhor. Jeremias 23:24

JESUS NOME O UNIVERSO DEVE AMAR – Precisamos amar ao Senhor. Assusta-me o fato de que o universo todo está em sintonia com o Senhor e, muitas vezes, a coroa da criação, nós humanos, não temos conseguido louvá-lo e adorá-lo como fomos criados para fazer.

Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões – pela graça vocês são salvos. Efésios 2:4-5

Temos perdido o ânimo da vida por relacionamentos humanos carnais, falta de reconhecimentos humanos e porque alguns bens dos quais sonhamos estão cada vez mais distantes de adquirirmos. Isso deveria ser visto como deve ser visto: banalidade. Perto da alegria que Jesus causa na alma, das milhões de vidas que ele quer alcançar usando nossas vidas, devemos nos portar como pessoas que valorizem o que os céus valorizam.

Amar a Jesus é o desejo intrínseco de parecer-se mais com ele. É atrair para si o seu ministério, salvar vidas. É ser amigo de sua noiva, dedicando-se à Igreja. É meditar no coração constantemente a eternidade para onde iremos e que é infindavelmente mais fascinante do que possamos imaginar.

Tudo isso nos foi legado sem merecermos, por amor de um Deus que nos ama e trabalha para manter a vida no universo. Nossa resposta justa e mínima deve ser o amor e o envolvimento comprometido de honrar este imenso amor. Ao olhar para os céus Davi se perguntava: como Deus poderia o amar tanto? Sim, somos amados para amar. Salvos para salvar. Cheios de dons no Espírito Santo para servir.

Não merecemos a graça que Deus oferece, mas ele merece a nossa adoração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *