Transpondo barreiras da vida com força e coragem

1.Depois da morte de Moisés, servo do Senhor, disse o Senhor a Josué, filho de Num, auxiliar de Moisés:
2.”Meu servo Moisés está morto. Agora, pois, você e todo este povo, preparem-se para atravessar o rio Jordão e entrar na terra que eu estou para dar aos israelitas.
3.Como prometi a Moisés, todo lugar onde puserem os pés eu darei a vocês.
4.Seu território se estenderá do deserto ao Líbano, e do grande rio, o Eufrates, toda a terra dos hititas, até o mar Grande, no oeste.
5.Ninguém conseguirá resistir a você, todos os dias da sua vida. Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei.
6.”Seja forte e corajoso, porque você conduzirá esse povo para herdar a terra que prometi sob juramento aos seus antepassados.
7.Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem sucedido por onde quer que andar.
8.Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem sucedido.
9.Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. Josué 1.1-9

Nossa peregrinação sobre a terra é uma incógnita para nós, seres finitos e falhos. Alguns anos que eu pensava que seriam de imensos desafios se mostraram de bonança, mas outros em que imaginei que seriam de ventos favoráveis, se mostraram tempestuosos. De fato, fazer planos em nossas vidas não trás segurança total, por isso constantemente precisamos da sabedoria dispensada dos céus para vencermos nossa carreira.

Provérbios 16.9 Salomão diz que o coração pode fazer muitos planos, mas o confirmar está nas mãos do Senhor.
Paulo instrui a orarmos em todo o tempo e sermos gratos (1 Tes5).

Muitas vezes você pode pensar: estou vivendo o àpice dos propósitos de Deus em minha vida? Gálatas 5.25 a Bíblia ensina: “se somos guiados pelo Espírto, andemos também pelo Espírito.”

Em, sendo um ser finito e falho, não posso caminhar por mim mesmo, como posso saber se estou sendo guiado pelo Espírito de Deus? Nossa vida de oração mensura isso: sobre o que oro e consagro ao Senhor, dou a ele poder para dirigir. Sobre o que não oro, agindo por instinto, estou autônomo.
A Bíblia é um livro sobre como atravessar a peregrinação terrena vitorioso e desfrutando da maravilhosa presença de Jesus em tudo o que vivemos.
A vida de Josué é um exemplo de travessia bem aventurada:

Fé à prova de tempestades
O chamado de Deus à Josué era para fazer o que Moisés não pôde cumprir. A Palavra e o propósito de Deus não mudam na terra, podem mudar os protagonistas que ele usa. Deus prometeu liberdade e salvação da escravidão egípcia e cumpriria, seja através de Moises, Josué, Calebe ou quem mais se mantivesse fiel (v.3).

Os homens e mulheres que Deus usa, são àqueles que dirigem sua vida ao centro da sua vontade. Não são complacentes.
Muitos poderiam querer a liderança de Moisés (como Eliseu pediu a de Elias), mas muitos certamente não queriam. Liderar é sair da zona de conforto, requer auto motivação, auto inspiração e convicção frente aos críticos, que são maioria. Além do mais é experimentar o poder de Deus que é maravilhoso com os fiéis, mas que cobra forte dos que são revestidos dele.
(…você e todo este povo… v.2).  A Palavra de Deus se dirige sempre primeiro ao líder.

Vencemos barreiras intransponíveis andando por fé num Deus que tudo pode!

Amar ao próximo e depositar em Deus os resultados
Precisamos olhar para o próximo, para a família e amá-los. Preferi-los aos invés de títulos honoríficos, ou honra vinda de desconhecidos.
Josué se dedicou a amar a Deus e foi fiel ao ministério que o Senhor concedeu a Moisés, porque apesar da insalubridade do deserto, sabia que andando com o Senhor o povo seria livre.

Se dedicou a extirpar toda a espécie de idolatria do meio do povo, evitando o julgamento do Senhor sobre eles.
Jamais se preocupou em ser chamado líder ou profeta. O Senhor é que nos honra, a nós cabe seguir amando e sendo instrumentos de Deus para salvação nessa geração, os frutos estão em Deus.

Transpor barreiras e viver vitoriosamente é viver com propósitos claros e definidos (v. 5).

Paulo amou ao mundo à ponto de pregar uma mensagem proibida. Abriu mão de sua liberdade para honrar a Jesus e saquear ao inferno (2 Tim 1.7-12). Será que valeu à pena?

Apegar-se à pureza espiritual
Muitas pessoas que já tiveram ministérios profícuos e influentes, e hoje sentem-se obsoletos começaram a cobiçar o terreno do inimigo.
Muitas pessoas não veem vitória no que fazem e não ouvem os céus porque escondem pecados e cobiças nocivas em si.
Acã escondeu os despojos que o Senhor havia dito para destruírem e isso levou ele e o povo a derrotas (7.1-6/10-11).
Santifique-se, exaltemos ao Senhor em tudo o que vivemos. Uma escolha equívoca trará consequências para além de nós mesmos. Outros pagarão um preço que é nosso!

Fé refinada pelo tempo
Enquanto somos novos, trabalhamos em prol do Evangelho, temos força ânimo e realmente cremos no poder de mudar o mundo. Mas alguns com o tempo vão desmobilizando-se em sua fé, por conta de uma série de fatores, mas uma que tenho percebido é uma tristeza com Deus pela falta de vigor com a velhice, menopausa, climatério, esporão, hérnia de disco, etc.

Conheci alguns que parecem iniciar um processo de desconstrução do Evangelho em atos e Palavras, porque, dentre outros motivos, Deus não tinha o direito de me deixar envelhecer, adoecer etc.
Josué, no fim da vida estava com a fé intacta e convicta. Em seu discurso já na velhice, sabendo que iria encontrar-se com o Senhor diz ao povo ele e sua casa serviriam ao Senhor. (23.1-3;14-16 / 24.14-16)
A verdade, fé e o vinho não tem prazo de validade. Nossa fé e nossos atos de graça devem melhorar com o tempo. Se não melhoram, é possível que nunca tenham estado firmadas em Cristo.

Cada um responderá quanto a isso, naquele dia! Que possamos transpor as barreiras da vida, embasados nas doces promessas do Senhor. Nunca jamais nenhuma falhou.

Pr. Denison Sales – 13/01/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *