JESUS E NOSSOS DESCAMINHOS

Ageu 1.1-7

Viver é peregrinar e é duro peregrinar com peso sob as costas. No livro “O Peregrino” de John Bunyan ao passar pela cruz ele deixa um grande fardo que estava sob as suas costas.

É isso que o Evangelho faz conosco, não nos dá apenas visão clara do caminho, orientando no propósito que Deus tem para cada uma de nossas vidas. Mas também retira a obrigação de satisfazer a vontade de todos os que passam pelas nossas vidas. Não há tempo para satisfazer a todos sob terra, só a tempo para agradar ao Senhor. Isso é viver sob seus eternos propósitos: Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus (Tiago 4.4).

Pelo que você é dirigido? O que motiva seu viver? Culpa, necessidade de aprovação, medo, materialismo?

O que nos dirige no momento? Qualquer resposta que não seja: glorificar a Jesus em tudo o que faço, revela que não temos sido felizes (nele estava a vida e era a luz dos homens Jo 1.4)!

Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. Pois, vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória. Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria. É por causa dessas coisas que vem a ira de Deus sobre os que vivem na desobediência, as quais vocês praticaram no passado, quando costumavam viver nelas. Colossenses 3:1-7

A MÃO QUE REGE O UNIVERSO RETÉM OU LIBERA (V. 8-11)

Precisamos investir vida, energia e bens com motivações eternas. Era esse o ímpeto da exortação de Deus o Pai. Evitar que seu povo caísse no pecado da avareza (Lev . 25.10-13).

Nunca estaremos satisfeitos. Ao conquistar uma casa ou carro novo, em alguns meses enjoaremos e vamos querer modelos maiores e mais modernos: quando menos percebermos seremos servos dos nossos bens e não o contrário, como Deus planejou. E ao nos tornarmos servos de bens descartáveis, tudo se torna descartável: casamento, etc.

UM CORAÇÃO QUE TRANSCENDE ATRAI PELA VERDADE.

A promessa que Deus faz àqueles que atendem seu chamado à santidade é maravilhosa e vai se cumprir (2.9).

Jesus é a paz que excede todo o entendimento. No meio de países fundados sob a égide do Evangelho, povos oprimidos encontram alívio e recomeço.

Precisamos buscar investir no templo que Deus atua segundo Sua Palavra, dentro da aliança da graça que é a vigente em nossos dias. Nós somos o templo de Deus e precisamos investir em nós mesmos para andarmos em seus santos propósitos.

Qual era a função do templo nesta época: Local de encontro de perdão, pregação árdua da Palavra de Deus, lugar de relacionamentos profundos onde habita a sabedoria, local de louvores e cânticos espirituais. Local onde as crianças eram ensinadas e todos os anciãos eram amados e respeitados. Local de esplêndida beleza!

As pessoas ao cruzarem com o templo que Deus usa hoje, a minha pessoa, têm encontrado estes valores?

Fecham muitos templos na Europa e norte da América todos os anos. Porque o Evangelho sumiu dos púlpitos, Cristo e o pecado são temas chatos, ninguém quer ser confrontado e politicagem assistencialista a uma minoria dominaram as celebrações. Com isso o Espírito Santo não achou mais espaço e se retirou do meio dos europeus.

Invista no templo, invista em você. Ore, clame, saiba tudo da Palavra, nutra sua alma com um culto de liberdade na presença do Senhor, dê vazão ao Santo Espírito de Deus e viva sob o poder maravilhoso do Deus vivo. Caso contrário, plante e não colha nada, fale e não influencie ninguém, resigne-se a uma passagem totalmente coadjuvante sobre à terra, sem frutos para Deus. Está com você a escolha.

VIVA PELA VONTADE DO SENHOR (V.5)

Viver pela vontade do Senhor é abrir mão da capitania da vida, entregando-se completamente à vontade soberana do Deus vivo. Algo que é uma constante na Bíblia é a pergunta retórica feita pelo Senhor: “Veja onde seus caminhos os levaram?”.

Não adianta vivermos negligenciando a santidade de Deus, ocupados diuturnamente com questões deste mundo sem alimentar nossa alma que foi feita para transcender e esperar bom êxito nos relacionamentos com as pessoas e com Deus. Proximidade com Deus é semelhança moral! Só me torno semelhante a alguém andando muito tempo com ele.

O Senhor diz:Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim”. Isaías 29:13 (igual Mateus 15.8)

Jesus nos chama a ser adoradores integrais. Daí deriva íntegros: adoradores em espírito e em verdade.

CONCLUSÃO

Jesus veio à terra permitir o que temos de mais precioso: nossa redenção ao Pai. Nossos pecados foram apagados cancelados em seu sangue! Não busquemos ocasião de voltar ao velho homem, ocupado demais com a agenda secular.

Lembre-se a cada dia, se a mão que rege o universo retiver o orvalho da terra, você não colhe nada! Consagre vida, bens e o tempo da agenda semanal para que Jesus seja a primazia em tudo o que viver.

Veja constantemente onde seus caminhos o têm levado. Se perceber que está te afastando da cruz, à qual Jesus nos disse para tomarmos a nossa dia após dia, arrependa-se e volte. Os braços do Pai sempre estarão abertos para seus filhos encontrarem alento e perdão!

O sábio vaticinou: Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. Provérbios 3:5,6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *