VITÓRIAS INVIÁVEIS

VITÓRIAS INVIÁVEIS – 1 Sm 22.1-5

A vida se resume a uma sucessão de eventos que muitas vezes testam o nosso coração. Não é nada novo percebermos que Deus usa e capacita homens e mulheres inexpressivos para obras exponenciais. Neste quesito a vida de Davi me surpreende.

Viva os momentos de alegria pro ativamente. Os momentos de aflição chegarão inesperadamente.

Em um dado momento estamos bem, inspirados, alegres e muito satisfeitos. De repente uma notícia mal tende a espantar a paz para longe de nós.

Dificuldades são como ondas no mar, são frequentes, a diferença é o que se faz com essas ondas. Nós podemos tomar uma “vaca” deixa-las explodir na nossa cabeça e afogar, beber água. Ou podemos surfar elas e termos uma linda visão da praia de um ângulo privilegiado.

Davi era alguém que minimizava o poder das dificuldades em sua vida. Por isso colecionou vitórias inviáveis do ponto de vista humano, mas poderosas em Deus e triunfantes no nome de Jeová.

Por ser uma pessoa de honra, que ouve os profetas de Deus e ama os ungidos do Senhor isso já lhe adiantava o trabalho em 50%. Consagração e santidade, sem isso não se vê o Senhor, não se escuta nada dos céus. A diferença de tratamento aos sacerdotes de Davi para Saul (1 Samuel 21.3-6 – 22.9-23)

Davi é uma pessoa de honra e sabia que o Deus fiel ao qual servia não o deixaria tropeçar nas diversas ameaças ao redor, ainda que estas viessem do seu sogro, ninguém mais do que o Rei de Israel: Saul. Há inimigos que impõem respeito, mas há outros que impõem pavor!

Mas o que me impressiona é que muitas pessoas, talvez à margem da sociedade, viram em Davi alguém com quem se identificaram e se uniram a ele em apoio.

A inveja de Saul começa no enfrentamento de Golias. A armadura não serviu, o seu modo de vida não é o mesmo que o meu (1 Samuel 17)!

Mulheres cantavam: “Saul matou milhares, Davi dezenas de milhares”. Esse ciúme e a falta de temor o afastaram de Deus. Deus olhou favoravelmente para Davi por sua fé. (1 Samuel 18.8-9). Muitos vão querer seus benefícios, poucos olharão para o trabalho que deu conquistá-los. Não pare por causa de críticos!

O rei oferece a filha mais velha, mas Davi nega, achava-se muito pobre (18.23). Saul percebeu que o Senhor era com Davi e sua filha Mical se enamorava dele, se tornou seu inimigo por isso (18.28). Inimigo de alguém que Deus ama é ser inimigo do próprio Deus não importa o título honorífico terreno!

NOSSO DEUS FIEL É UM ABRIGO SEGURO (Prov. 18.10)

Quando nos sentimos em perigo ou injustiçados podemos e devemos recorrer ao Deus eterno. Como Pai bondoso consolará seus filhos e os protegerá.

Essa ajuda pode vir de paz ao coração, ou pelo envio de pessoas que vivam conosco a nossa dor e nos sustentem.

Podemos receber ajuda de pessoas, aparentemente inexpressivas, mas que juntos clamando ao Senhor se tornem fortes pela inspiração mútua. Davi recebeu só gente torta da sociedade. Isso nos ajuda a entender porque a Igreja é um hospital, abraçando a todos que se achegam.

Não importa o que você fez, é tempo de voltar-se para o Senhor e deixar-se ser usado por ele. Os leprosos eram menosprezados em Israel, mas houve um dia que através deles, O Senhor salvou o povo da fome (2 Reis 7).

(Tenho percebido que muitos chegam do mundo chamuscados pelo inferno e só querem a Deus, nada mais. São  gratos e adoram trabalhar. Enquanto muitos que sempre  estiveram sob a tutela da Igreja, gostam de julgar e se tornam relapsos para com o trabalho do Senhor. Não é um aceno favorável ao pecado, mas uma celebração da graça).

Não se assuste com as injustiças desta terra. Ande sob a Paz de Deus e ele te fará comer o melhor dessa terra.

O ANDAR DE DEUS É REPLETO DE HONRA

A caverna de Adulão foi um momento de repensar a vida de devoção de Davi e de testar sua integridade como hebreu. O rei de Moabe era um aliado natural de Davi, pois já havia perdido batalhas para Israel, nada melhor que ter um grande capitão Israelita ao seu lado para se vingar!

Mas Davi não se deixava enredar pelas ciladas do maligno, antes ouvia atentamente qual o próximo passo que Deus tinha para a sua vida. E o anjo falou com ele.

Davi teve duas oportunidade de matar Saul, mas era uma pessoa de honra e reconhecia que não há autoridade que não seja dada por Deus (24.1-10 e 26.15-16). Devemos Deus cumprir seu papel na história!

Se para vencer usamos as mesmas armas dos inimigos, nos igualamos a eles e nos tornamos reprováveis.

O texto de Mateus 6 ensina claramente: não se preocupar com comida, bebida, nem destinos. Mas buscar em primeiro lugar o reino de Deus. O lugar mais seguro para morar é onde Deus nos leva.

A VITÓRIA DEUS CONCEDE ÀQUELE QUE MANTÉM A FÉ

O profeta fala a Davi e ordena que vá para Judá. Terra abençoada, de volta para seu povo. Nós podemos em meio a dificuldades manter nossa dignidade nosso louvor a Deus sem nos comprometer em guerras humanas. O ciúme e orgulho no coração de Saul vinham do inimigo de nossas almas, já o temor, a força e a coragem de Davi vinham de Deus que era com ele! Logo, essa é uma batalha espiritual e essa batalha já está ganha pelo povo do Leão da Tribo de Judá!

Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando-lhes exemplo, para que sigam os seus passos. “Ele não cometeu pecado algum, e nenhum engano foi encontrado em sua boca”. Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. 1 Pedro 2:21-23

Não chores; eis que o Leão da Tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos.” Apocalipse 5,5

Davi honrou ao Senhor, se manteve fiel ao povo de Deus não se juntando aos moabitas e não se vingou de Saul, mesmo sendo procurado por ele para o matar. Pela sua fidelidade Deus lhe coroou rei de Israel, um dos mais poderosos da terra e estabeleceu seu trono para sempre, haja visto que Jesus, o Rei dos reis é da sua linhagem. Como Deus é bom com os seus fiéis! Jamais duvidemos disso!

Vitórias inviáveis são a sina dos pobres de espírito. É a humildade que desnuda a soberba, a honra que constrange o orgulho. Sim, há situações que parecem de derrota iminente. Mas se Jesus está à frente, isso não é um fim em si mesmo!

Faça o bem ainda que as pessoas te critiquem dizendo não valer a pena.

Seja um amigo intimo de Deus e ele pelejará contra seus inimigos.

Não ande por si, mas aguarde as instruções dos céus sobre o caminho a seguir. Deus te levará por caminho excelentes e você será abençoado em tudo o que fizer. A vida apresenta algumas cavernas, falta de luz e aparentemente sem saída. Mas ele permanece fiel e ainda que pareça inviável ele nos dará a vitória.

Pr. Denison Sales – 20/01/2019

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *